Este Portal é de tiro, logo, este Editor, é Atirador. Não faria sentido se fosse diferente. E, como atirador temos muitos colegas e amigos.

Em opinião sobre armas, o meu amigo mais chegado mora longe. Eu no Rio de Janeiro e ele em Brasília, mas, graças a hobbies comuns (plastimodelismo & tiro) estamos sempre juntos nem que seja pela Internet.

 

 

Ele é o Major Bombeiro Militar Helon Florindo e, apesar de Bombeiro, é piloto daqueles aviões que apagam incêndios.

É o maior defensor que conheço da qualidade dos produtos IMBEL. Ele tem uma parecida com esta minha que ele mesmo pintou com tinta especial para armas (DuraCoat), mas a minha, foi a turma da IMBEL Fábrica de Itajubá que fez.

 

 

Quando ao receber ontem, critiquei a embalagem pobre (caixa de isopor... pensei que era uma remessa de camarões vindas de Macaé onde há um bom entreposto de pesca...) e a dificuldade da desmontagem, ele logo defendeu, leiam?

"-Este processo de desmontagem é mesmo ruim. É o tal do cano bull. Particularmente eu não gosto de armas que para desmontar usem ferramentas ou deixem peças soltas. A Colt original tinha isso e eu admirava. Foi feita para o combate e para ser usada pelo soldado regular, ou seja, nenhum gênio.

Sobre a embalagem... Defeito antigo. Gostei da comparação com os camarões! =)

Mas... Tudo isso passa depois de uma sessão de tiros com essa maravilhosa arma. Eu sou suspeito. É minha paixão."

 

Nota do Editor: Hoje a IMBEL envia suas pistolas em bela maleta personalizada. Já recebi a minha! 

 

 

Enfim, se você quer uma arma para guardar na gaveta, em casa, qualquer Taurus serve. Até a minha velhinha e já toda bamba... Mas se for atirador ou profissional consciente que use armas de fogo (policial, militar, etc.) só uma IMBEL vai aguentar o tranco por vários anos, pode acreditar.

Para comprar uma IMBEL até o calibre 380 ACP, vá em qualquer boa loja de armas. Terá de providenciar documentação na Polícia Federal que mantém o banco de dados SINARM e ter mais de 25 anos de acordo com a lei brasileira. Se for de calibre restrito, de 9mm para cima (40 e 45), terá de ser direto da fábrica, logo, através de representante. E a documentação será no Exército Brasileiro através dos SFPC (Serviços de Fiscalização de Produtos Controlados) que existem em cada Região Militar do país, subordinadas ao DFPC que mantém o banco de dados SIGMA

O representante no RJ e ES é a AFA RIO. (Veja aqui o site com preços)

No caso da minha, modelo IMBEL .40 GC MD2 (cromada pelo Jander da Fábrica de Itajubá, (saia e blusa, virou uma MD2A2), ela originalmente era toda preta, oxidada ao preço (à época) de R$ 2.468,00 com três carregadores.

É a arma mais barata do mercado, logo, não espere recebê-la em embalagem de luxo.

Nota do Autor: Como disse, a Diretoria de Mercado providenciou uma maleta especial para suas armas. 

 

 

Telefonei para a Liliane Vilela da Fábrica de Itajubá (32 3629-9480) - mas o Sr Antonio da AFA RIO pode tratar disso, e contratei um serviço de cromagem do frame como pode ser vista na foto.

Há modelos mais leves, de polímero, bons para quem tem de portar arma, mas, para Tiro Esportivo, o modelo indicado é o pesado e robusto MD2 sem ADC.

O ADC é um sistema fantástico para ser usado por profissionais (policiais civis e militares) que são obrigados a andar com o cão rebatido. Para o tiro esportivo, quanto menos peças móveis, menos problemas futuros.

 

 

Na desmontagem, de acordo com o filmete neste artigo, não é fácil pela necessidade de uso do clip, peça pequena e que pode-se facilmente perder.

 

 

Fora isso o que se viu foi um produto nacional da melhor qualidade, com robustez e bom acabamento.

 

 

Uma arma não é um produto como sabonetes, biscoitos e outros de linha automatizada de montagem. É, como diz o Jander da Fábrica de Itajubá, técnico com mais de 15 anos de casa que, juntamente com o Antonio, montaram a minha pistola, um trabalho igual ao dos carros de Fórmula 1.

 

 

Temos de montar, ajustar, conferir, experimentar. O Jander nos primeiros tiros não gostou e trocou o cano. Mexeu no gatilho que está super leve ao contrário dos muitos justos e duros quando vem de fábrica.

 

 

Fica aqui a dica aos amigos que forem adquirir armas da IMBEL. Telefonem e façam amizade com o pessoal da Divisão de Mercado (Liliane, Jander, Vanessa ou Vitor), pois eles capricham e fazem muito mais do que apenas vender uma mercadoria.

 

 

Fica aqui os agradecimentos a toda a equipe mencionada e às críticas à  direção, pela apresentação e embalagem pobre que tem de melhorar.

E melhorou, como já dito (Nota do Autor)

 


 

Joomlashack