O ano de 2016 já vai se despedindo com todas as suas mazelas e desgraças.

A economia afundando, aliás, afundada por governos ineptos, o desemprego atingindo as alturas.

Em nosso esporte tivemos a vitória da Portaria nr 61 do COLOG que libera o calibre 9mm para os CAC e no SFPC/1, do Rio de Janeiro, o Cel Silva Azevedo imprimiu nova sistemática na análise dos processos diminuindo drasticamente os prazos de entrega.

No Tiro Defensivo, IDSC, tivemos no ano 5 etapas nacionais e 4 aqui em nosso Estado.

Publicado o Regulamento de IDSC na CBTD

Conseguimos formar mais 9 (nove) árbitros (DSO) que já mostraram serviços nas duas últimas competições.

Na ATDC – Associação de Tiro Duque de Caxias, neste domingo 4 de dezembro, realizamos a IV Etapa do Estadual e a V Etapa do Brasileiro fechando com chave de ouro este ano trágico.

Pepito (José F Palomanes), já conhecido por desenhar as pistas de exercícios e pistas de cenários conhecidos, as montou na sexta-feira.

No domingo então, todos, Atiradores e DSO, as correram debaixo de chuva fina.

O ponto alto como sempre ficou pela apuração. Marcelo Trotti incrementou ainda mais o sistema de Apuração com novas telas que facilitavam a inclusão dos dados e essa apuração ficou por conta da Mergulhinha e da Mary Trotti.

Foram 8 (oito) Pistas, sendo as duas últimas, duplas.

Todos foram divididos em 6 (seis) Squads e estes seguiam juntos, DSO’s e atiradores.

Dois Squads demoraram mais que os demais atrasando o resultado da Apuração.

Mas, por conta do sistema, rapidamente foram entregues as Medalhas por Divisões e o resultado final enviado à CBTD.

De outras cidades tivemos o Wendel de Vassouras e o Bressan de Cabo Frio, que vieram com suas famílias.

O Presidente da CBTD, Sergio Bitencourt, pelo WhatsApp tudo acompanhava e parabenizou a todos tanto pelo sistema aqui desenvolvido, como pela condução da prova e premiações a todos recebidas.

 

 


 

 

 

Joomlashack