XIII CAMPEONATO CIDADE IMPERIAL

 

 

Nos dias 30 e 31 de maio, tivemos a 13ª Edição do Campeonato “Cidade Imperial”.

 

 

Como o nome diz, já que Petrópolis é a única cidade imperial das Américas, residência oficial da família dos Imperadores do Brasil, ocorreu no Clube de Tiro de Petrópolis que, assim, comemorou seus 67 anos de existência.

 

 

Era para ser uma Competição de Nível 3 (nacional) como criação (CAC em 3 níveis) da Portaria COLOG Nº 01 deste ano, mas até a sua realização, a CBTP (Confederação de Tiro Prático) não respondera correspondência de fevereiro, a mesma que aprovou as Pistas.

 

 

Normalmente combinamos carona por morar próximo, eu e o Jenné, o nosso campeão do Círculo Militar da Vila Militar que também desmorona por falta de apoio militar do Comando da 1ª DE, e que como estava hospedado com a família em Itaipava, foi direto para conquistar novamente o 1º lugar na Divisão Production. Parabéns, amigão!

 

 

O cara é bom. Pena que como estava em outro Squad, não o pudemos fotografar em ação. Apenas um filme abrindo a porta azul que quase detonou seu joelho em competição passada.

 

 

Ao abrirmos esta porta, acionamos as "bailarinas", alvos móveis de papel. 

 

 

 

Foram 12 Pistas, com 200 disparos mínimos (dei 250 tiros aproximadamente) e nunca me canso de dizer do capricho de suas pistas e da maravilhosa organização desse Clube que deve ser um dos melhores do nosso Estado.

 

 

 

Dá prazer subir a serra e competir lá, sempre a convite do Diretor L.C.Failde. Somos sempre calorosamente recebidos e todos os Diretores e árbitros, muito atenciosos com este velhinho septuagenário.

 

 

É claro que a crítica que faço ao “baixinho” Failde por uma pista em que me fez ajoelhar, é pura brincadeira entre atletas amigos. A Pista foi a melhor de todas justamente pelo grau de dificuldade: a janela ficava na altura da minha barriga, e tive depois, de ajoelhar para atirar por debaixo da mesa... Preciso continuar lutando com esta enorme barriga que tenho carregado...

 

 

A risada ao final, é da Mergulhinha, claro...

 

Vou deixar que os filmes que a Mergulhinha tirou falem por si, muitas vezes encobertos pelo RO que ficava por detrás do atirador, mas, que por segurança ela tinha de ficar fora de uma linha demarcada.

 

 

Ao final da competição, além da premiação, houve agradecimentos e entregas de Diplomas a diversos destaques e sorteio de brindes.

 

 

Terminou com os parabéns e o bolinho dos 67 anos de sucesso desse belo Clube fluminense...

 

 

E por falar em Fluminense, os amigos General Castro e o Cel Lima devem estar comemorando os 3x2 sobre o Flamengo. Sorry, periferia...

 

 

 

 

 


 

Joomlashack