Parte 2 – A competição


Saindo da Pousada Timoneiro

Como vimos na Parte 1 deste artigo, uma turma foi no sábado à tarde fazer um reconhecimento do Clube que não conhecíamos.

 

 

Chovia muito, muita lama na estradinha que leva ao Clube e a Van do Marquinhos até atolou.

  

Já o domingo, amanheceu nublado, mas sem chuvas e foi abrindo com o passar das horas.

As instalações são excelentes. Vários galpões de tijolos de cimento, bem protegidos.

 

Portanto, cobertos, o que daria para levar fácil as competições até sob chuva.

 

Haviam um número bom de inscritos, mas como são iniciantes no IDSC, só possuíam DSO (árbitros) para duas Pistas, iniciando na 1 e na 4.

   

Às 10:00 todos os que passaram nessas duas pistas estavam à toa e nada de iniciar as demais, o que, por um cálculo rápido quer fizemos, levaria o torneio até o final da tarde, e ainda teríamos umas oito horas de viagem de volta.

 

 Conversei com o Felipe, Presidente do Clube e ele gentilmente concordou que nosso pessoal ajudasse, assumindo as demais pistas o que rapidamente agilizou a competição.

 

 

Depois da competição ainda tivemos um almoço (churrasco) por adesão e, preocupados com a hora (14 horas) nos despedimos agradecendo aos anfitriões.

Não pudemos ficar e acompanhar a premiação e logo adiante explico o acertado da decisão.

Wendel de Vassouras e Rodolpho Bressan de Cabo Frio ficaram para esperar a premiação, bem como o Flavio de São Paulo que como viera de avião, podia esperar até mais tarde.


 

Estávamos passando por Campos quando por WhatsApp o Bressan passou as novidades:

RESULTADO DA COMPETIÇÃO DE VILA VELHA 

Categoria Soft Pistol (.380 ACP)

1º Lugar - Flavio Yamauchi (SP)

2º Lugar – Jonas Palomanes (RJ)

3º Lugar – José Francisco Palomanes (RJ)

 

Categoria Hard Pistol (9 mm, .40 S&W, .45 ACP, etc)

1º Lugar - Wendel Marcos (RJ)

2º Lugar – Luis Eugênio Mergulhão (RJ)

3º Lugar – Leonam Carneiro (RJ)

Categosia HR (revolver calibre .38)

1º Lugar - ??? (ES) 

2º Lugar -  Rodolpho Bressan (RJ) 

3º ???

 


 

Bressan ficou com as nossas medalhas do Rio e disse que o Clube enviara camisas de presente aos premiados.

A viagem de volta transcorria muito bem já que o tempo melhorara, mas, ao chegarmos ao centro de Casemiro de Abreu, parou tudo.

Nada de informações e trânsito parado nos dois sentidos, apelamos para o aplicativo Wazer que informava acidente grave à frente com vítimas.

Vimos cinco ambulâncias e dois caminhões dos Bombeiros passarem. Mas ficamos parados por duas horas até que abriram um caminho de terra por um trecho em construção...

Início - Parte 1

 


Joomlashack