O brasileiro acha que heróis são os seus jogadores de futebol. Esquece os feitos gloriosos e batalhas sangrentas tanto no continente (como a Guerra do Paraguai) como na Europa (II GM). E quando falamos em armas de fogo então, a imprensa vermelha só tem críticas jamais se lembrando que nossa primeira medalha olímpica foi em 1920, na Antuérpia, com Guilherme Paraense. Mas o Rio de Janeiro tem também seus heróis no Tiro Defensivo (IDSC) introduzido em nosso Estado pelo saudoso Coronel Viga e cuja espinha dorsal é o Círculo Militar da Vila Militar, ombreando com Associação de Tiro Duque de Caxias e Associação Clube de Tiro de Macabu.

 

 

 


RJ – GARRA E CORAGEM

CAMPEONATO BRASILEIRO DE IDSC 2019 - SERRA, ES

O brasileiro acha que heróis são os seus jogadores de futebol. Esquece os feitos gloriosos e batalhas sangrentas tanto no continente (como a Guerra do Paraguai) como na Europa (II GM).

E quando falamos em armas de fogo então, a imprensa vermelha só tem críticas jamais se lembrando que nossa primeira medalha olímpica foi em 1920, na Antuérpia, com Guilherme Paraense.

Mas o Rio de Janeiro tem também seus heróis no Tiro Defensivo (IDSC) introduzido em nosso Estado pelo saudoso Coronel Viga e cuja espinha dorsal é o Círculo Militar da Vila Militar, ombreando com Associação de Tiro Duque de Caxias e Associação Clube de Tiro de Macabu.

Não foi nossa primeira ida ao Espírito Santo. Fomos há 3 anos no CTVV em Vila Velha onde já trouxemos medalhas e também fomos os responsáveis pela rápida apuração com o Sistema do Trotti.

No ano passado, fomos conhecer o SINDIPOL onde Thiago e outros se sagraram campeões e onde também o Sistema do Trotti, salvou a apuração.

Neste ano de 2019, o Brasileiro foi novamente no SINDIPOL na cidade de Serra, ES.

Eu (Mergulhão) e Magno, como DSO’s, fomos na sexta-feira dia 7 de dezembro e os atletas atiraram no sábado, dia 8.

O pessoal do Rio, em face do trabalho, alugou uma Van e só pode chegar após o almoço quando a competição já ia alta.

Não tivemos boas vindas e nenhuma recepção e, cansados da viagem, tivemos de correr para acompanhar os demais e tentar fazer todas as pistas no mesmo sábado o que alguns não conseguiram, terminando na manhã de domingo.

A apuração, muito mais moderna feita por Aplicativo de celular, veio também na Van com Sandro e Cris, aquele ainda tendo de competir e lançar as Ficas de Apuração no sistema digital.

A Garra e a Coragem fez a equipe conquistar um grande número de medalhas, superando em muito todos os demais participantes.

Este é o IDSC do Rio de Janeiro, reconhecido e falado de norte a sul de nosso imenso país.

Parabéns aos nossos heróis, tanto os que trouxeram medalhas como todos os que se esforçaram e foram lá lutar nos gramados da fama.

 

 

 

Joomlashack